Barrinha

Musculação e Diabetes por Diego Fernandes

Musculação e diabetesCrédito: dreamstime.com

O Diabetes ocorre quando existe uma produção inadequada de insulina pelo pâncreas, ou pela sensibilidade reduzida da célula em relação à insulina, ficando classificado em duas categorias: 

  • Diabetes tipo I – insulino-independente. Células secretoras de insulina do pâncreas são destruídas. 

 

  • Diabetes tipo II – Não insulino-dependente. A secreção de insulina é diminuída.

 

Como  o exercício físico (mais precisamente a musculação) pode contribuir para melhorar a vida dos portadores do Diabetes?

Dentro das células existem os transportadores de glicose ou GLUT. As fibras musculares contém GLUT 1 e GLUT 4. Com alta concentração sanguínea de glicose ou de insulina. Como ocorre após comer ou durante o exercício, as células musculares recebem glicose pelo transportador GLUT 4. A ação de GLUT 4 é estimulada pela contração muscular que permite a migração da proteína afim de promover a capacitação de glicose. O GLUT 4 se movimenta até a superfície da célula através de um mecanismo em separado que depende da insulina. Os músculos ativos podem captar glicose sem insulina (McARDLE, et al, 2003).

Muitos são os casos relatados de diabéticos e em artigos científicos, de que quando iniciaram um programa de musculação, diminuíram muito o uso de medicamentos.