Barrinha

Em Forma

Em forma

Com os avanços da medicina preparem-se para viver mais! Bom, não é? Mas você já pensou em como será a sua qualidade de vida quando a idade avançar? Não sei quanto a vocês, mas eu quero ser capaz de aproveitar os  frutos do meu trabalho com a minha família. E como toda filha única eu quero uma enorme!

 

Há quatro anos comecei a refletir melhor sobre esta questão e devorar livros do Dr. Nicolas Perricone e Terry Gossman, além de frequentar um excelente endocrinologista, o Dr. Filippo Pedrinola e a fazer exercícios acompanhada do personal trainer (ou personal carrasco?) Diego Fernandes.

 

Confesso que não foi sempre assim….No último ano da faculdade de Direito, pães de queijo e bolachas me acompanhavam pelas madrugadas de estudo, já que durante o dia eu trabalhava. Terminei meu TCC sete quilos mais gorda e com bochechas enormes (quem me conhece sabe e ri disso!!).

 

Também houveram extremos. As exigências da carreira de modelo por um corpo esguio (no meu caso o problema sempre foram as pernas grossas) principalmente o mercado europeu, me levaram a tomar diversos remédios para emagrecer (com acompanhamento médico). Emagreci sim, mas  fiquei anêmica,  meu cabelo ficou ralo e as olheiras profundas. Nunca mais submeterei meu corpo a estas medidas drásticas e me pergunto até quando o mercado da moda terá tais exigências.

 

O fato é que elas existem e poucas modelos em início de carreira podem ter um bom acompanhamento médico. Por isso, pessoalmente, acho que deveria ser um dever legal das agências oferecê-lo.

 

A cada dia fico mais consciente do meu corpo e espero, nesta coluna, te ajudar para que você também fique!

 

“Um corpo sexy vem de todas as formas e tamanhos. Estar saudável é o mais importante, ninguém quer ser gordo. Mas não fique maluca se você não for um tamanho PP.  Ninguém é, exceto por algumas meninas de 12 anos!“. Glynis Costin, Editora da revista InStyle norte-americana.